Manhunt: Deadly Games

Cameron Britton entra na cabeça de homens bons e ruins para Mindhunter e Deadly Games

Cameron Britton entra na cabeça de homens bons e ruins para Mindhunter e Deadly Games

Depois de seu papel decisivo no Mindhunter da Netflix como o diabólico-embora encantador Ed Kemper, Cameron Britton continuou a assumir papéis que lhe permitem explorar diferentes tons de moralidade (e a falta deles). Como Hazel, a assassina viajante do tempo da Academia Umbrella, Britton interpretou um personagem que ficou cada vez mais desiludido com suas ordens de marcha e buscou uma saída para a velha vida de assassinato de aluguel.

Manhunt: Deadly Games é um retrocesso mais despretensioso do que o drama potboiler

Manhunt: Deadly Games é um retrocesso mais despretensioso do que o drama potboiler

Judith Light e Cameron Britton em Manhunt: Deadly Games Mesmo antes de começar a perseguição titular, Manhunt: Deadly Games é um show fora do tempo. A segunda temporada completa deste Spectrum Original (por meio de Discovery) já está disponível para os assinantes da Charter Communications, com uma segunda janela de visualização mais acessível a ser anunciada.

Produtores de Manhunt: Deadly Games estão trabalhando para deixar a história de Richard Jewell certa

Produtores de Manhunt: Deadly Games estão trabalhando para deixar a história de Richard Jewell certa

Richard Jewell é um dos personagens mais injustamente caluniados da história recente. Cruel e falsamente acusado do bombardeio olímpico de Atlanta em 1996, Jewell não foi completamente inocentado até 2005 - embora o FBI e outros membros da polícia e da mídia soubessem que não era possível que ele tivesse cometido o crime por anos.

Language